VAZIO SANITÁRIO DO ALGODÃO

7 de outubro de 2019 - 08:13

O vazio sanitário do algodoeiro no Estado do Ceará começou dia 1º de outubro e vai até 31 de dezembro de 2019. Durante 90 dias fica proibida a existência de plantas vivas de algodão com risco fitossanitário no estado. A medida consta na Portaria Adagri N° 1540, de 21 de novembro de 2018 e visa prevenir a proliferação do bicudo do algodoeiro, pois é uma da medida de controle cultural, que consiste na não disponibilização espacial ou temporal de alimento de forma a propiciar a interrupção do ciclo de vida do bicudo do algodoeiro.

Vale salientar que o processo de eliminação das plantas é de responsabilidade do proprietário, arrendatário ou detentor a qualquer título de áreas. Se durante as fiscalizações, no período do vazio sanitário, for detectado plantio, soqueira e plantas voluntárias ou tigueras de algodoeiro, o produtor será notificado e caso não cumpra a medida fitossanitária determinada pela fiscalização, será autuado e a ADAGRI realizará compulsoriamente a eliminação, sendo que as despesas correrão à conta do proprietário, sem prejuízos das penalidades cabíveis.